quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Erramos!!



Depois de algum tempo, cheguei a conclusão no que erramos...
Erramos em brigarmos muito...
Erramos pelo excesso de ciúmes.
Erramos por não entender os momentos um do outro
Erramos em não compartilhar as pequenas coisas
Erramos em não correr atrás dos sonhos que tivemos...
Erramos.
Erramos em não compartilhar as fraquezas
Erramos por julgar comportamentos sem saber o motivo
Erramos por não estarmos disponíveis nos momentos em que mais precisávamos um do outro.
Erramos em sermos orgulhosos
Erramos por falarmos mais de nossas conquistas do que de nossos sonhos juntos.
Erramos em não entender a distancia...ou talvez por entende-la.
Erramos em machucarmos um ao outro
Erramos porque não pesamos as palavras...
Erramos.
Erramos nos momentos que deveríamos acertar.
Acertamos quando deveríamos errar.
.....Erramos em não amar.


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Desintoxicação Sentimental




Boa tarde, queridos e queridas!!! :)

Hoje quero compartilhar algumas experiências que tenho vivido. Sempre escrevo sobre personagens bíblico, histórias de pessoas próximas, e temas que considero importante. Para quem me conhece sabe que não gosto muito de falar de mim...mas preciso dividir meu aprendizado!

Estava fazendo uma retrospectiva do ano de 2013, você pode pensar..- Já Carol??? estamos em Outubro ainda. E eu te respondo: Sim!!! Já!..
As pessoas estão tão acostumadas a fazerem certas coisas, em dias determinados que engessam um pouco a vida. Quero dizer que não precisa presentear seu pai, sua mãe e as 'crianças', no dia em que o comércio determinou  que seria deles. Não precisa fazer uma surpresa, apenas no dia dos namorados, não precisamos tirar amigo secreto apenas no final do ano. Logo, não preciso fazer uma retrospectiva apenas em Dezembro.... (tudo isso para explicar pq eu pensei..rsrs).
Pensei sobre tudo que já aconteceu esse ano. TUDO. Abraços, perdas, saudades, viagens, amizades, amores...E comecei a pesar o quanto significaram em minha vida, quais acontecimentos me fizeram melhor ou pior.Até agora, o que deixei de ganhar??? Será que fui boa o suficiente? O que será que ensinei? O que deixei de aprender? Quanto as escolhas que fiz, foram todas 'bem' feitas??? 
Sou muito prática, muito objetiva...e isso as vezes me faz pensar apenas com a razão. Sempre existe um lado ruim, e uma lado bom de tudo. O lado bom da razão é estar sempre com os pés no chão, o que a faz tomar decisões mediante ao que é 'real'; o lado ruim é que a escolha que é feita nem sempre favorece os sentimentos, causando feridas que duram um bom tempo....e é dentro dessa área quero falar um pouquinho. 
Tinha uma grande ferida na área sentimental/emocional,- e não tenho vergonha de dizer, porque talvez você também tenha...e deseja ser curada (o).
Sei onde errei para chegar a este ponto,...somos bombardeados por sentimentos todos os dias, sejam eles bons ou ruins, certo??? Meu problema, era que sempre deixava os sentimentos ruins me atingirem, por algum motivo os sentimentos bons eram barrados. Talvez por decepções que vivi, talvez por mentiras, ou mesmo por exigir tanto que as pessoas fossem sinceras comigo, ou simplesmente por não acreditar nos sentimentos bons.
Até que cheguei a conclusão de que tudo isso não machucava só a mim, meu sofrimento refletia nas pessoas que me amam de verdade e isso doía. Não podia impedir que me amassem, não podia exigir que não cuidassem de mim, não conseguia dar-lhes motivos para me 'abandonarem'....nada do que fiz para não faze-los sofrer adiantou....A frase: 'se deseja que algo mude em sua vida, comece por você' começou a fazer sentido pra mim. 
Comecei um processo de 'desintoxicação sentimental', passei um tempo mais calada...um tempo pensando, e outro decidindo o que eu queria ser a partir daquele momento. Foi quando EU deixei que Deus tratasse as áreas e feridas que me machucavam, aquelas que passavam os dias e continuavam lá...permiti que Ele fizesse o que fosse preciso, e não o que eu desejava....
Por um momento, vi as 'casquinhas' de minhas feridas serem arrancadas, - e para quem já teve essa experiência sabe como dói. Neste momento porém, percebi que ao mesmo tempo que elas foram 'arrancadas' elas foram saradas, e se transformaram em cicatrizes, - essas podem ficar pelo resto da vida, afinal elas nos lembram como tudo aconteceu...e nos trás a memória quem as curou, além do mais não doem.
Posso dizer que nessas ultimas semanas, mais do que nunca experimentei a vontade de Deus, de forma transparente. Deus sempre me lembra que Ele vai a frente de tudo em minha vida e que não preciso me desesperar mesmo em meio a tormentas, me ensina que está presente mesmo quando não O chamo, está comigo mesmo quando não O vejo... Ele não apenas curou as cicatrizes, como também me deu uma nova vida, um novo fôlego....

Não foi fácil deixa-lO tratar as feridas. Me senti, como uma criança não deixa seus pais cuidarem dos machucados por medo da dor aumentar,  e mesmo temerosa sabia que a melhor forma da dor passar seria deixa-lO tocar. 
Foi uma escolha: Sentir dor por um momento, ou viver com ela para sempre.....

Agora sinto algo diferente. Me sinto livre, amada, cuidada....

“Está acontecendo uma coisa nova, podeis sentir?” Is 43:18 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Se...



Quando encontrar alguém e esse alguém fizer 
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida. 

Se os olhares se cruzarem e, neste momento, 
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu. 

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo 
for apaixonante, e os olhos se encherem
d'água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês. 

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça: 
Algo do céu te mandou 
um presente divino : O AMOR. 

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca, 
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um pro outro. 

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas 
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar 
com ela em qualquer momento de sua vida. 

Se você conseguir, em pensamento, sentir 
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado... 

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos, 
chinelos de dedo e cabelos emaranhados... 


Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... 

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado... 

Se você tiver a certeza que vai ver a outra 
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela... 

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. 

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes 
na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. 

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar, 
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente. 

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem 
cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!

Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Posso ajudar?




'Ela estava a procura de respostas. A procura de uma explicação para tanta confusão, para tanta dor, para tantos problemas, mas não encontrava.
De repente alguém entrou na loja e foi direto em seu balcão, onde rabiscava possíveis soluções. A principio ela se assustou, afinal ninguém havia entrado com tanta certeza  de que aquele era o balcão que atenderia suas necessidades. O silencio foi quebrado com um simples - Olá!! Posso ajudar??, espantada sorriu e disse:  - Acho que essa pergunta é minha!!, Por que seria sua? retrucou aquele ser que aparentava mais calmo do que o moço da recepção, - que ficava o dia todo com os pés em cima da mesa e seus fones de ouvido como se nada ao redor importasse. 
- Porque?...pensou. Porque eu trabalho aqui...e se veio aqui é porque precisa de alguma coisa.
- Preciso mesmo. Saber como você está! 
Por um momento ela se viu frente a um espelho. Um espelho gigante em que tudo que se passava dentro dela estava exposto. Todos podiam ver.
Um nó se formou em sua garganta, seus olhos começaram a brilhar - por causa das lágrimas que começaram a ser produzidas, após aquela pergunta que a fizera sentir algo que nunca havia sentido.
- Por que?? perguntou ela.
- Você está fazendo a pergunta errada, respondeu serenamente.
- Pergunta errada?? Estou tentando encontrar respostas, tentando entender e vc me diz que é a pergunta errada?? respondeu irritada.
- Sim, a pergunta seria: Pra que?? 
Engolindo o orgulho, ela olha pra ele e diz: Pra que??
Como se ela tivesse dito a coisa mais linda que poderia ouvir, ele sorriu e a olhou de forma especial. 
- Para aprender. Aprender a confiar em mim, aprender a depender do meu cuidado, aprender a entregar tudo em minhas mãos e deixar que eu cuide de você. Aprender que as perdas que você tem, são oportunidades que estou dando pra vc crescer. Aprender que as coisas não precisam acontecer como você quer que aconteçam. 
- Mas...já passei tantas vezes por isso, que estou deixando de acreditar que um dia essa historia pode mudar, sussurrou.
- Quantas vezes EU passo por isso. Quantas vezes você me dá motivos para não acreditar..quantas vezes você erra no mesmo lugar. Quantas vezes eu tenho que te buscar, quantas vezes você coloca os cravos em minhas mãos. Quantas vezes você faz tudo errado, quantas vezes me entristece...consegue contar?? Consegue lembrar quantas vezes essa semana você me deixou de lado? Me evitou? Não conversou comigo?? Consegue?
Os soluços dela ficavam cada vez mais altos...- Estou cansada!! desabafou.
- Por que não pede ajuda? Mostro todos os dias que estou ao seu lado para o que der e vier, todos os dias cuido de você....todos os dias demonstro meu amor, mas você se quer percebe...
- É muito pedir amor? é muito querer sinceridade das pessoas? é muito esperar que as pessoas não te machuquem?? Desculpa, mas não consigo mais acreditar naqueles que dizem me amar, não consigo mais acreditar nos sentimentos das pessoas, não consigo mais acreditar....e isso dói...
- Esta sempre fazendo perguntas erradas. Amor não se pede...Quer amor maior que o meu??  Quer cuidado maior que o meu? Quer mais atenção do que  a minha?? Consegue acreditar nisso? Consegue imaginar o quanto eu te amo??? Não desisto de você, não abro mão de você...e acredito que pode ser muito mais do que é agora. Acredito que pode ser tudo que sonho pra você... mas precisa me deixar cuidar de você, precisa deixar que eu trate as feridas que estão em seu coração. Não farei sem sua permissão...As respostas para suas perguntas estão em mim...cabe a você procurar. E se procurar vai encontrar....."

TrimmmmmmmTrimmmmmTrimmmmmmmm. Assustada ela acordou e por um instante tentava entender aquele sonho, mas foi interrompida pelo telefone que tocava desesperadamente, procurou-o entre as cobertas..e ainda sonolenta atendeu: -Alô?..... - Posso ajudar? uma voz serena respondeu do outro lado.....