sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Acumulados



Ontem fiz uma limpeza nas conversas em meu facebook. Uma coisa tão simples que me ensinou muito.

Pode até parecer que a frase acima não faz sentido algum, mas quero te fazer pensar em algumas coisas e talvez ao final desde texto me dê razão, ou não.

Durante muito tempo da minha vida- que não é tão grande assim..rs, acumulei coisas, sério. Você também. Cartas, bilhetes, papel da bala que aquele rapaz ofereceu em 1800, papel da trufa que fizeram um anel e te pediram em casamento, a folha da arvore que caiu durante uma conversa decisiva da vida. Um chaveiro que alguém especial deu mas está todo destruído, a embalagem do presente do seu primeiro namorado. O bilhete do cinema que foi com os amigos, a primeira conta do restaurante que pagou, seu primeiro holerite, etiquetas fofinhas de roupas, papel do amigo secreto do jardim da infância, um trabalho da 5ª série, a camiseta antiga da escola com o nome escrito a caneta de todos da classe. Emails, conversas do MSN tranformadas em texto, SMS que você passou para o papel pois tinha que limpar a memória do seu celular, conversa do orkut, depoimentos.... e uma infinidade de coisas que acumulamos e 'achamos' que vamos precisar no futuro.

De todos os itens acima, muitos estou falando de mim, outros estou falando de você, que tem uma caixa com todas essas coisas guardadas, que eu sei rs. Mas afinal, por que acumulamos isso?

Sinceramente, não sei.

Quando decidi apagar as conversas ontem, não foi por medo de alguém ler um dia, nem por raiva, ódio, não; foi simplesmente por se livrar de coisas antigas, que não tem necessidade de serem guardadas. Admito que tentei ler as quase 600 mensagens, mas não dei conta, algumas eu li, ri, lembrei e pensei em quantas pessoas incríveis já passaram em minha vida e talvez elas não saibam disso. Lembrei dos conselhos, das lágrimas, da distancia que nos separava, mas que ao mesmo tempo nos faziam tão próximas. Pessoas que eu ajudei e pessoas que me ajudaram, que passaram e deixaram 'muito' em mim.

Por outro lado, encontrei emails sobre trabalhos da faculdade, propagandas, senhas de sites antigos, exames médicos e, outros, que não tinham necessidade de serem guardados, eles estavam lá apenas ocupando espaço. Lembro quando guardava os cadernos da escola (não ria de mim, pq eu sei que você fazia isso também...rs) na expectativa de precisar deles no futuro, ou de ter que 'relembrar' a matéria no ano seguinte, coisa que NUNCA aconteceu.

Está conseguindo me entender?

Podíamos falar de muitas coisas: aquela panela sem cabo que você guarda no fundo do armário; aquela blusa que não te serve mais e você insiste em dizer: quando emagrecer eu uso; aquele sapato que está sem salto e você guardou a meses; aquele monte de papel que você acumula na sua prateleira;  aquela coleção de calças sendo que você só usa 1; aquele monte de roupas de frio que você guarda a 5 anos e chega inverno, passa inverno e você não usou ainda, e blá, blá blá... pensa no tanto de coisa que vamos entulhando, guardando. Chego a pensar que algumas coisas em nossa vida são tratadas como de 'estimação', não acha?

Daria pra falar sobre o que guardamos em nosso coração há tanto tempo, aquela mágoa, aquela palavra, aquela mensagem, aquela cena, aquela foto, aquela promessa.. (já fiz posts sobre isso, deixarei o link abaixo).

Não escrevi para deixar de guardar lembranças, não!! Escrevi para pensarmos mais no que guardamos e porque guardamos?
Gosto muito de lembrar que 'preciso dar espaço ao novo na minha vida, para isso, preciso abrir mão das coisas velhas'. Lembre-se que Deus sempre fará o melhor para nós, talvez não da maneira como queremos, mas O MELHOR, dê espaço a Ele.


Outros temas sobre isso:
Desintoxicação Sentimental
Desprender-se
Pastas da Vida